quarta-feira, junho 29, 2005

Nao pude deixar de reparar num subito interesse por este blog a proposito do ultimo post.
Era bastante interessante k os anonymous se identificassem, ate porque as conversas podiam ascender a outro nivel..agr tar a responder a alguem que nao se identifica e consequentemente nao se conhece penso k nao e assim tao estimulante.
Tinha a ideia que isso do anonymous era mm so pa mandar umas bocas na brincadeira quando de facto os posts tambem sao no gozo; neste tipo de comentarios nao penso k fique tao bem... but it is just my opinion!

Shian cm sabes eu tenho uma opiniao diferente da tua. Nao e que concorde com alguns dos motivos declarados para a dita manifestacao no entanto compreendo alguns dos seus sentimentos mais nacionalistas.

Esta questao dos luso-africanos emigrarem para Portugal tem muito que se lhe diga, nao e um assunto em que haja uma conclusao linear, diversos factores, causas e consequencias tem de ser considerados. Por isso agr apenas me vou limitar a um argumento e contra-argumento.

E verdade que Portugal cometeu um erro aquando dos grandes fluxos migratorios de Africa, em te-los colocados e deixado permanecer em grandes aglomerados onde se criaram sub-sociedades e a facil propagaxao de movimentos em massa.
Argumenta-se em defesa das pessoas que vivem nestas comunidade que e dificil acordar e nao ter agua e pao; ver os pais a trabalhar horas a fio e nao terem as mesmas condixoes que outras pessoas que trabalham menos; ver a pobreza ao seu redor.
Acredito k seja verdade mas isso nao lhes da o direito de nos criticar.

Se eles sairam do pais deles e porque as coisas nao deviam tar melhor do que estao aqui, se eles nao tinham emprego e nao eram felizes nos seus paises com que direito vem eles exigir k assim o seja em Portugal? Por causa do colonionalismo? Bem ja la vao umas decadas e eles nunca se "endireitaram" e devo dizer que na minha opiniao o principal obstaculo ao desenvolvimento africano e a propria cultura deles... Como se pode entender que num continente rico como e o Africano eles subsistem abaixo do limiar da probreza e sistematicamente andam tds a batatada?
Existe o mito de que por norma o Africano e preguiçoso e eu pergunto-me de onde tera nascido esse mito...

Na minha opiniao um emigrante tem que se sujeitar as condixoes que o pais de acolhimento lhe oferece e que me lembro nao a nenhum protocolo assinado por Portugal que diga que os emigrantes vao ter direito a casa carro e trabalho.

Lanxava tambem aqui um desafio para uma analise a fundo sobre a diferenxa de comportamentos entre os emigrantes africanos e os emigrantes de leste, existem muitas diferenxas nao existem?!

Bem que da vontade de copiar o R.U. no que concerne a sua politca de emigraxao... sem um contrato de trabalho ninguem entra.

Relembro tambem que para alem de ter bons amigos de descendencia africana eu proprio sou de descencia africana..a minha avo e Moçambicana; se isto importa de alguma coisa....

A ver vamos...

2 comentários:

Amendoim Acéfalo disse...

Eu não defendi que os emigrantes tenham de ter as mesmas regalias que os portugueses ou que todos os que venham para cá tenham de ter direito a uma casa, a um trabalho ou acesso às condições de vida que o português médio tem, cada um tem que lutar pelo que é seu de maneira igual. Eu no meu post anterior apenas me referi a manifestações racistas contra pessoas independentemente de serem de nacionalidade portuguesa ou emigrantes. Não acredito que o problema do desemprego e da marginalidade seja causa apenas da emigração e por isso não deixo de achar estúpidos os princípios e reivindicações dos ditos “nacionalistas”. Não vou entrar por questões de que os africanos são mais ou menos malandros que os outros principalmente comparados com os cidadãos de leste isso é a mesma coisa que discutir o sexo dos anjos.
Quanto aos posts anónimos cada um está no seu direito de se querer identificar ou não apesar de concordar que as pessoas sempre que possam se devem identificar.

Anónimo disse...

eu axo k esses cabroes deviam morrer tds