quarta-feira, setembro 01, 2004

The Olympic Games

Mais uns jogos olímpicos, desta vez de regresso a casa os Grécios apesar do atraso e de obras por concluir lá conseguiram organizar os jogos olímpicos com a melhor participação portuguesa de sempre. Apesar de não termos chegado ao ouro, duas medalhas de prata e uma de bronze mais uns quantos lugares de honra acima do 10º posto nada mau para um pais do nosso tamanho com os nossos problemas e com as nossas politicas desportivas.
No entanto as desilusões para mim também foram muitas, apesar do facto de os atletas já estarem nos jogos olímpicos é de louvar, malta como a eterna promessa adiada Carla Sacramento, a mulher até já foi viver para Espanha, deu entrevistas à impressa estrangeira a dizer mal de Portugal, mas nem isso lhe valeu temos pena. Os homenzinhos do Judo que tanto prometiam aos jornais que todos podiam trazer medalhas é verdade que conseguiram bons lugares, mas não deixaram de desiludir, mais uma lição de vida nunca acredites em promessas de homenzinho de pijama ou porque ainda n acordaram, estão bêbados ou são judocas.
Mas a maior desilusão de todas foi sem duvida Fernanda Ribeiro, entendidos dizem que não há justificação para aquele abandono, mas eu sempre achei que desde que ela começou a fazer a barba nunca mais foi a mesma.
Glória ao Paulino ou Paulinho que teve o dom de me prender ao ecran por causa de ciclismo durante 15 minutos, ao Rui Silva o homem já merecia e ao nosso Francis Obikwelu que disse a quando da conquista da medalha de prata "Tar contente muito, medalha ser para Portugal non Nixéria", é bonito apesar do português não ser melhor do que muitos emigrantes.



Para acabar este comentário Olímpico só uma referencia ao ultimo dia e há maratona a prova clássica dos jogos olímpicos, onde a distância da corrida foi escolhida para igualar a distância corrida por um soldado Grego da cidade de Maratona até Atenas em 490 a.C para levar notícias da vitória Grega sobre os Persas, para quem não sabia, que teve aquela imperdoável falha de segurança, um estranho irlandês surge do nada e empurra para o lado o atleta brasileiro prejudicando-o e beneficiando um inglês. Vergonhoso, principalmente pelo policia que ia atrás de bicicleta que ainda foi mais lento do que fosse de cadeiras de rodas a reagir. Ponto altos dos jogos Vanderlei Lima é o desportista olímpico por excelência: Honestidade, perseverança, coragem e fair-play. Um exemplo para todos mesmo para aqueles que ganham um exagero e tem as condições que todos os outros não tem e aos quais não me merecem nem uma virgula.


Temos dito!!!

1 comentários:

skykodak disse...

É foram 3 medalhas...uma caida do céu, uma importada de áfrica e prontus uma + k merecida para o Rui Silva...Em Pequim vamos ganhar duas, 1 no triaptlo e outra na canoagem...esperemos. Kt á Fernanda Ribeiro, ela já ganhou 2 de ouro e 1 de bronze, n será pedir demais?? Elá já é Kota...merece é homenagem...