domingo, outubro 03, 2004

Propina Nocturna ou mais um lavar de mãos dos problemas do Ensino Superior??

O reitor da Universidade Católica Portuguesa (UCP), Manuel Braga da Cruz, está preocupado com o sucesso escolar dos alunos que chegam ao ensino superior e considera que um dos factores que contribuem para o insucesso é a existência de uma "pressão" da indústria nocturna sobre os estudantes.
Em entrevista ao PÚBLICO e à Rádio Renascença, para o programa "Diga Lá Excelência", que vai ser hoje transmitido na 2: e que sairá nas páginas do diário amanhã, o reitor defende que o poder político deve intervir na regulamentação desses espaços de diversão, de modo a que os estudantes não os frequentem tão intensamente.
"Se o não fizermos, vamos pagar a factura de termos gerações várias que viram o seu período de formação afectado por factores como este. Já tenho visto iniciativas no sentido de intervir. Pedro Santana Lopes formulou o desejo, enquanto presidente da Câmara de Lisboa. Outros presidentes de autarquias devem começar a preocupar-se com este problema, que é real", alerta Braga da Cruz.

Era só o que faltava logo na altura em que o Estado se vai demitindo das suas funções mais essências como na educação ou na saúde com as taxas moderadoras, vem este senhor que concerteza deve ter uma vida muito regrada e cheia de sucessos impor uma ideia totalitária de controlo e de ordenação da vida privada de homens e mulheres adultos. Mas se eu fosse ao senhor reitor não estava tão preocupado formar indivíduos mais incompetentes e sem carácter como aqueles que vemos à frente da nossa sociedade não será tarefa fácil e não será a indústria nocturna a responsável pela falta de educação e civismo das gerações vindouras.


Temos dito !!!

2 comentários:

skykodak disse...

É eu axo bem, nos somos uns vadios, é preciso parar com a gente.....Se o k será do futuro do nosso pais??

TRoTZ disse...

Não é a proibir que se vai a lado algum, pelo menos neste assunto. O mal do país é a ignorância...