sábado, junho 06, 2009

Opacidade cã

580484269_da33fcb59e_o

Era uma vez um conjunto de países, unidos entre si pela força da democracia e pela descrença na máquina burocrática e distante de Bruxelas. De cinco em cinco anos, uns tais senhores tentam convencer-nos em arruadas e outros circos mediáticos, que já nada abonam em favor de tais personagens, de lhe entregarmos a bênção do maior e mais transversal direito, conquistado com o suor e sangue dos nossos antepassados: o voto.

Percebo que se despreze esse direito, faz parte da democracia, pena que a maioria das vezes, sejam quem o mais despreza os primeiros a queixarem-se dos seus azares, apontando o dedo aos eleitos no escrutínio em que desprezaram participar.

É amanhã e eu já não tenho dúvidas quanto ao meu voto, apesar disso, fica para os indecisos e curiosos uma forma de descobrir com quem mais se podem identificar.

Descobri que o partido de quem mais me aproximo é o Partido Humanista, com uns bonitos 86%, surpreendente, ou não.

5 comentários:

Roberto disse...

A mim é o PS 83%....

O Shihan disse...

Não falha o teste. Basta a resposta à pergunta das grandes obras públicas para dar um match de 70% de proximidade. =)

O Shihan disse...

Ganhou o Rangel. Sinal de mudança? Hummmm, não me parece.

Roberto disse...

Estas eleicoes poucam interessam, dado k o mais importante e saber kual o partido a nivel Europeu k ganhou...e se esse mesmo partido teve ou nao maioria absoluta...Tendo em conta k todos os eurodeputados portugueses defendem Portugal...

Para Portugal, interessa, se nas legislativas do outono ganha o PSD ou PS, mas sobretudo se ha ou nao maioria absoluta....Eu sou apologista de governos com maioria absoluta...e espero k, em setembro ou outubro, PSD ou PS, um deles ganhe com maioria absoluta (prefiro o PS obviamente)..

Mas tal como o Shihan disse e mt bem, Mudanca? Ganhando PS ou PSD a mudanca nao existe...so em pekenos pormenores...Por isso concordo, mudanca nunca teremos...Mas ao menos k saia um governo forte e com legitimidade das proximas eleicoes, isso sim importante...as Politicas ja sabemos como vao ser, resta saber kem falara todos os dias no Jornal da noite, Socrates ou Ferreira Leite...

Tenhu dito..

O Shihan disse...

Estas eleições pouco interessam, principalmente, porque é quase impossível encontrar uma diferença de posições entre os dois principais partidos, e mesmo entre os restantes anti, ou pro-europa. Estas eleições e a Europa são o espelho da nulidade em que a política está transformada. Por isso, é que não sei se uma maioria absoluta poderá ser boa ou não, a mediocridade é tanta que quase apetece fechar portas e deitar a chave fora.