quinta-feira, março 26, 2009

Chatice, parece que estamos endividados…

graf_observatorio_3

Hoje a dívida externa portuguesa já vai em 161 mil milhões de euros, mais de 97% do PIB (valor monetário do que se produz). Ao ritmo dos últimos 4 anos, em 2014, vamos para algo tão assustador como produzir menos do que aquilo que já devemos ao exterior. Será isto falência? Tecnicamente parece que sim, felizmente as verdades vulgares nem sempre se aplicam a um Estado agarrado a uma moeda a 16 países e a uma União Europeia a 27.

Portanto, estejamos descansados, continuaremos a viver à custa dos pobres alemães, afinal foram eles que nos pagaram tantos quilómetros de auto-estrada, senão quiserem ir ao fundo também nos safam desta alhada.

longeardonkey Bem, fosse eu da família dos Equus asinus, até acharia alguma piada às medidas propagandeadas pelo governo Português como resposta à crise; porque para os maiores pensadores a quem demos o direito exclusivo de nos governar a solução é:

MAIS INVESTIMENTO PÚBLICO, no formato de obra pública.

(TAM! TAM!)

Não é necessário fazer um desenho, pois não senhor leitor?

Podíamos pensar em baixar impostos, melhorar a competitividade das nossas empresas, proporcionar um estímulo às nossas exportações, naaaaahh!! Isso é capaz de não ser vistoso o suficiente. Olha! Manda vir mais obras do regime. Sim, isso mesmo, o TGV, afinal só para a linha Porto-Lisboa são 4 mil milhões de euros - o volume de negócios do Grupo Sonae num ano -, a bem do desenvolvimento económico que Espanha e França esperavam e não tiveram com a mesma solução noutros tempos. Ah? Eu tenho aqui os relatórios! São dos anos 80. E estes de 2000? Esquece, esses espanhóis e franceses tiveram azar, aqui em Portugal é que vai ser, afinal qual foi a obra de regime que nunca nos trouxe benefícios? Haja fé, bem vistas as coisas são os alemães que nos vão construir isto, no pior dos cenários são só mais uns mil milhões no prego.

P.S: Para os mais distraídos, a Alemanha foi/é o principal financiador dos fundos europeus recebidos por Portugal desde os anos noventa. Ninguém vos manda ser tão ricos e trabalhadores…

Nazis!

Vou ali para o sol.

10 comentários:

Roberto disse...

E eu vou para a Alemanha pa semana....

Vou andar de taxi a mais de 200 km/h ou de TGV....vai ser bunito...

Vou ver se trago entao algum dinheiro para Portugal (po estado), ja k venho "directo" para Portugal (passar a Pascoa em familia)....

Quanto ao governo, e dificil agradar a todos...as leis nunca agradam a todos...Na minha opiniao este, e o melhor governo de sempre de Portugal e dificilmente voltaremos a ter um PM como o Socrates...por isso...(Enjoy Socrates)...

O Shihan disse...

Ai ai, não sei o que vês no Engenheiro Sócrates, Skykodak, mas o que quer que seja deve-te ser mesmo muito prazeroso.

Uma coisa é certa, a propaganda funciona bem contigo.

Roberto disse...

Nao e a propaganda porque ja nao ouco o senhor ha muito tempo...

So constato factos do k aki (UK) se esta a fazer para combater a crise e, como cientista k sou, gosto de estar sempre virado para o futuro...Uma sociedade k pensa mais a frente, ira beneficiar disso mesmo, mais cedo ou mais tarde...TGV ou comboios Magneticos serao construidos em Portugal, resta saber e kuando....e na minha opiniao kaunto mais cedo melhor...

Mas isto sou eu, penso muito no desenvolvimento tecnologico, sou amante, a minha profissao assim o exige tb, claro k sao opinioes...a minha e esta...

O Shihan disse...

Meu querido, temos uma grande divergência de opiniões neste assunto já de longa data.

Continuo da mesma forma a achar que não continuas a ver o quadro geral. Dizes e muito bem que como cientista gostas de estar virado para o futuro, gostas de pensar mais a frente, então sabes tão bem como eu, que como cientista deves lidar com dados objectivos, fruto da formulação de hipóteses minimamente comprovadas pela observação e experimentação, no entanto, continuam a defender o TGV com subjectividades, o próprio governo é o primeiro a colocar este projecto como uma inevitabilidade, não há lugar para discussão ou para o contraditório, ora para um serviço encomendado ao estrangeiro de centenas de milhares de milhões de euros parece-me que o minimamente aceitável a quem tem dois palmos de testa e não esteja agarrado a radicalismos é discutir e apresentar os verdadeiros prós e contras do projecto, e não guardá-lo debaixo da mesa quase com o receio de os colocar à discussão e confrontá-lo com a realidade actual, isto quase que parece o mesmo discurso da OTA, não havia melhor lugar para fazer um aeroporto, até passados 3 anos, juntar-se pilhas de relatórios que apontavam precisamente aquele local como o pior para o efeito.

Infelizmente eu e tu percebemos tanto de comboios como o Peseiro percebe de futebol, o que acho que não seria de desconsiderar são as vozes cada vez mais numerosas , já para nem falar da quase total unanimidade dos economistas considerarem este projecto como mais um laço na corda ao pescoço dos portugueses. Falam eles de insignificâncias como aumentar a competitividade industrial, a urgência de aumentar as exportações, de aligeirar a carga fiscal, de incentivar a modernização e a inovação, no fundo, atacar o problema principal e que nos faz ter estas discussão, ter mais dinheiro a entrar no país do que aquele que sai.

Roberto disse...

Lisboa-Porto em 1h15min....Porto-Vigo 1h....Lisboa-Madrid 2h45min...Viver em Vigo e trabalhar no porto e possivel, assim como lisboa vs porto? Alta mobilidade (base do desenvolvimento actual das cidades)...

Sao melhorias k vai mudar a vida a mt gente....Mesmo k nao sejam rentaveis financiamente, permite melhorar a kualidade de vida das pessoas. O metro do porto e uma obra k apresentara sp prejuizos...mas k interessa?..melhorou muito a vida das pessoas da area metropolitana do porto...

E depois em tempos de crise ha k apostar em obras publicas e pk? Pk essas mesmas obras publicas sao feitas (pelo menos devem) ser feitas por portugueses...mais emprego...Em tempos de crise ha k criar postos de trabalho e se nao os ha, k melhor do k obras publicas...No final, o estado gastou mt bem, mas mais pessoas tiveram emprego e no final existe algo para todos....

Vantagens multiplas...

O Shihan disse...

Bem, o que me faz mais espécie é como tu, ainda por cima homem da ciência, podes ter tanta certeza de tudo isso e fazer sumariamente tantos castelos no ar.

"E depois em tempos de crise ha k apostar em obras publicas e pk? Pk essas mesmas obras publicas sao feitas (pelo menos devem) ser feitas por portugueses...mais emprego...Em tempos de crise ha k criar postos de trabalho e se nao os ha, k melhor do k obras publicas...No final, o estado gastou mt bem, mas mais pessoas tiveram emprego e no final existe algo para todos...."

A sério meu amigo, tenta informar-te, depois vais aperceber-te das alarvidades que estás a dizer, fundamentas uma opinião em preconceitos e lugares comuns que tantas vezes já criticamos à população em geral. Já agora, a linha Vigo-Porto-Lisboa dizem ser a única que poderá ser uma verdadeira mais-valia, não por transportar pessoas como tu defendes, mas sim mercadorias, ajudando a criar uma verdadeira frente comercial atlântica, retirando força a outras alternativas hoje dominantes, curiosamente, todas do outro lado da fronteira a convergir para Madrid.

Não paremos esta discussão, mesmo sabendo que nunca nos vamos convencer um ao outro. Até te confesso um segredo oculto: adorava ir já amanhã fazer um safari em África, ver girafas, escarrar na cara do Omar al-Bashir e fazê-lo viver numa tenda com os próprio excrementos, mas como tenho perfeita noção da insustentabilidade disso para a minha vida - os estudos foram feitos e analisados friamente -, limito-me a ir ao Furadouro de carro, dizer mal do Pinto da Costa à frente dos portistas e, algumas vezes, escarrar para o chão, mas só quando estou muito atafegado da garganta, aconteceu prai duas vezes no máximo...

Sou um idiota, pois sou, mas também gosto de ti my english boy.*

Roberto disse...

Indeed,

Ai, axo k para a semana vai ser a minha ultima semana de vida....vou tentar ver o Sr Obama ao vivo...e Londres esta sob seria ameaça terrorista...

Por isso sim, tb sou um foolish....my bio-food friend...

Roberto disse...

"Comekeputa"

"Bomdiii"

"Is Portugal a real country?"

"My babe was goins in Boceta"

"There are supermarkets in Portugal?Is not like Africa?"


( All of this are tries to speak portuguese or comments about Portugal made by UK people)



A lot of fun for us.

Andreia e Roberto

Nimpo disse...

Esperemos não sofrer consequências de tão avultados gastos, de legitimidade duvidável...

Sérgio Amaral disse...

Achei interessante este debate.
Uma das coisas que apreciei foi ver Sr. Roberto dizer que com o TGV vai ser possível viver no Porto e trabalhar em Vigo. Parece-me bem, mas mesmo com o salário Espanhol, quer-me parecer que o pobre Lusitano não ganharia para as viagens no ilustre comboio de alta velocidade. Será que não ficaria mais barato ir de avião se tudo fizéssemos para ter a Rianer com uma base no aeroporto do Porto.
Já que falei em Aviões será que compensa um mega aeroporto em Lisboa, que irá fazer concorrência ao próprio TGV, quando temos um aeroporto em Beja para aterrar moscas?
Não ponho em causa todo um governo, mas que há muita gente a deixar-se levar pelo Marketing bem montado da equipa do mais reconhecido engenheiro Português, lá isso há.
Cumprimentos.