segunda-feira, abril 21, 2008

Histórias dum ex-jovem ex-socialista e ex-vanguardista

Em 1988, José Sócrates, um dos mais jovens deputados do PS, pediu a palavra na assembleia para defender as práticas nudistas. Em defesa destas disse o seguinte:

"Esta prática tem tido um enorme desenvolvimento na Europa e no mundo dado o progressivo reconhecimento das suas vantagens para a saúde física e mental e para um desejável equilíbrio emocional. "Além disso liberta as mentalidades de complexos de moral sexual retrógradas e bloqueadoras".
Mais, "acentua também a unidade rica e perfeita do corpo e do espírito". "Algo, enfim, só ao alcance de pessoas com elevada consciência cívica e ecológica".

Que audácia! Que magnânime e convincente exaltação! José Sócrates, o Homem que Nú abriu a marcha! O Homem que com uma intrepidez só presente nos grandes líderes, levou a que o resto da bancada Socialista, aprovasse o projecto de lei proposto pelo Partido Ecologista os Verdes, mas que mesmo assim teve que levar com os votos contra da direita reaccionária e de reboque.
Enfim, como vanguardista, não me resta senão apertar calorosamente a mão de José. Obrigado.

4 comentários:

Nimpo disse...

É mesmo à senhor sócrates lololol

Dana Scully disse...

oh, this reminds me when I went to a nudist beach with my baby alien. I thought the X-files would open people's minds...and hearts... what's in the head of people these days? A non-repetitive experience...

virginia park ranger disse...

the hell with those nudists!! that kind of activities are undignifying to the Human Being, puts into shame the mighty Lord and the Holly Mary! I surely had fun when ye went to a place of those and shoot my 9mm to the air as hard as I could! Oh ye felt refreshed seeing those ridiculous sinners running in fear and agony as the sound of my gun showed who was the boss there! "Go play with your dong dongs where you belong, you reckless pieces of shit !! EH EH EH" i said there. Oh, moments like these ye don't get every day...

Shihan disse...

Senhor Sócrates sempre na vanguarda da modernidade humana.

Bem-vindo novamente Laurentino Damázio e a sua inteligente crítica política.