terça-feira, abril 08, 2008

We sure are cute for two ugly people...


Gostava de dizer algo bonito neste teu dia, mas não o consigo. Espero que me perdoes... Tens sido o meu suporte, a minha estabilidade, tens sido o calor, o humano, tens sido a alegria da minha vida nestes últimos anos... Fazendo um paralelismo com as outras bonitas relações que por estes meandros coabitam... somos uns verdadeiros afortunados. Vemo-nos na companhia de umas meninas que, mais que tudo o resto, nos tocam tanto cá dentro... e que querem sempre o melhor para nós, sem pedir nada em troca...

Porque, no fundo, vai de encontro a um azulejo encontrado numa casa de bem (pese embora ter encontrado um pequeno pedaço de preservativo aquando de uma feitura de cama, seja lá qual for o acto horrendo que tenha originado tal resquício), encerrando nele toda a sabedoria popular...

Os homens são o diabo
Não há mulher que o negue
Mas todas elas procuram
um diabo que as carregue

Enfim, minha linda... Estou já eu nas minhas parvoíces e a denegrir um post que se queria a traduzir toda a tua inspiradora essência... Já sabes deste meu feitio peculiar. É bárbaro. Horrífico... Porque te ris das minhas parvoíces que não têm piada alguma? Porque não ficas endemoninhada com as minhas desatenções incomensuráveis? Porque abraças sempre tão carinhosamente isto tudo? Porquê? Poderia colocar estas perguntas no plural, se me permitem, meus amigos... A razão disto tudo é incompreensível, mas leva-nos às mais fascinantes raízes do amor humano... Um pouco como este amor e esta música, do vídeo seguinte, que fazem lembrar, não só esta, mas todas as relações aqui presentes...



You're a part time lover and a full time friend
The monkey on you're back is the latest trend
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

Here is the church and here is the steeple
We sure are cute for two ugly people
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

We both have shiny happy fits of rage
You want more fans, I want more stage
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

You are always trying to keep it real
I'm in love with how you feel
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

I kiss you on the brain in the shadow of a train
I kiss you all starry eyed, my body's swinging from side to side
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

The pebbles forgive me, the trees forgive me
So why can't, you forgive me?
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

Parabéns Lili *

7 comentários:

Xenna disse...

parabens kerida lili :D

Shihan disse...

Queridita Lili parabéns******* De realçar o facto de estarmos aqui a falar de uma grande pessoa, grande mulher, grande amiga, dona de uma beleza e amor pelos seus de uma forma tremendamente insofismável.

Obrigado por existires e por o fazeres ao nosso lado. =)))

Mariana disse...

Olá Lili

Muitos PARABÉNS!!!
Que a felicidade seja a tua melhor companheira nos proximos anos e que dela possamos todos contribuir... =)

Beijinhos para uma queridita***

Jenny disse...

E estamos aqui na presença de um fucking peanut apaixonado..

Parabéns Lili! :)

A Coisa Branca. disse...

Parabéns Mamã Lili :)


Sê feliz :D

paula disse...

Muitos parabéns querida Lili :)
Beijinho grande

Anónimo disse...

Comunicado do King Charles:

Boa noite caros cibernautas e frequentadores deste blog, pretendo por este meio, apresentar os meus parabéns a Liliana (Lili).
Na continuação da sua vislumbrante carreira desejo-lhe uma óptima continuação e espero ter a possibilidade de brevemente me encontrar formalmente com essa pessoa...

Bjs

King Charles