quinta-feira, novembro 13, 2008

Figura 1. A evolução humana e o novo estado de Homo Eucinefilis, dado a conhecer à comunidade científica muito recentemente num blog português. Acredita-se existir já vários exemplares deste Homo Eucinefilis, em constante peregrinação e procriação por todo o mundo.

6 comentários:

O Shihan disse...

Darwin haveria de se comover com este dia, nunca a sua teoria teve uma aplicação tão prática como nós podemos presenciar hoje em dia.

Temo pelos homo sapiens sapiens como eu, 150 mil anos de existência e hoje ameaçados pela estulta superioridade evolutiva do Homo Eucinefilis. Apelo a todos que me são iguais que comecemos sem demoras a ver filmes de Kubrick, Tarkovsky e a ler a enciclopédia "Várias coisas que eu sei e que os outros não sabem nem nunca saberão porque eu sou muito melhor eles."

eucinéfilo disse...

Caro Nimpo, só não agradeço o post que fez em minha honra porque, como sabe, as adulações são algo que eu desprezo..
Gosto sobretudo da dualidade que a imagem permite.. O Homo eucinefilis será aquele que sodomiza digitalmente um indivíduo de outra espécie (imagino que se imagina esse outro indivíduo), mas também poderá ser interpretada como sendo o Homo eucinefilis o próprio a ser sodomizado.. É portanto uma imagem que supostamente agrada a todos, os sodomizadores e os sodomizados..Com a vantagem para todos aqueles que ainda me vêem como uma evidente ameaça à sua suposta superior inteligência de poderem soltar uma gargalhada tentando esconder o mais que notório complexo de inferioridade.

Quanto ao nosso amigo "o shihan" continua a surpreender-nos por não nos surpreender. Já lhe expliquei da forma mais arcaica possível que não é, de todo, minha intenção vir para aqui ridicularizar quem quer que seja com a minha evidente superioridade. Passeio verbalmente por aqui como Einstein passeava num jardim com estudantes de física ou Michael Phelps se banha numa praia..
Compreendo a sua obsessão por provar a si mesmo a impossibilidade da minha tão evidente superioridade. Compreendo a sua necessidade para me tentar ridicularizar, o que chega até a ser engraçado de tão ridículo que é, mas gostaria, sinceramente, que compreendesse que não desejo provar nada a ninguém, ou ofender quem quer que seja. Busco a verdade e transmito-a a quem a quer aceitar...ou a quem está preparado para tal..

O Shihan disse...

LOLOL Essa saiu-lhe engraçada e sem insultar ninguém, assim é que gostámos. Firme que a minha intenção nunca foi nem será ridiculariza-lo, até porque neste particular consegue bater-me por largos pontos.

Já agora o Phelps é famoso por ser mais rápido do que os outros a nadar em piscina e não em mar aberto, como costuma ser hábito nas praias, mas a isso até o seu talento já lhe deve ter dado conta, só o ignora por perrice intelectual, talvez mesmo por contágio, de se passear por este antro de mediocridade.

Continue a dispor.

eucinéfilo disse...

Caro "o shihan", vejo que continua com a mesma toada de agressividade na infrutífera tentativa de me menorizar.. por mim pode continuar eternamente essa sua batalha contra si próprio, só não creio que seja a opção mais apropriada.. mas você é que sabe..

Quando a pormenores de natação e vendo que está muito familiarizado com essa nova modalidade olímpica que é a natação em mar aberto, tão diferente da natação em piscina, deixo-os consigo, até porque, ainda que dono de uma flexibilidade mental insuficiente para algumas obras primas da 7ª arte, creio que os propositadamente rudimentares comentários que lhe escrevo, estão perfeitamente ao seu alcance...

O Shihan disse...

Eucinéfalo, 1º Não há nenhuma agressividade no meu último comentário, apenas respondi-lhe como inúmeras outras vezes, muitas vezes essas depois de faltas de cortesia suas. 2º A sua habilidade mental tem-se mostrado nos últimos comentários também muito débil, tanto por não nos perceber, ou não querer perceber, como nas suas verbosas retóricas evitar responder ao essencial, centrando-se na sua pertença contínua superioridade, apesar de se negar logo a seguir, prosseguindo com considerações sobre terceiros. 3º Há mesmo uma modalidade olímpica que é a natação em águas abertas, e sim, é muito diferente de nadar em piscinas de profundidade definida e sem correntes.

Proponha a si próprio o desafio de comentar sem ter citar ou considerar ninguém, mostrando apenas o seu génio, asseguro-lhe que seria muita mais reconhecido por todos. A propósito disto aconselho-o a ler matérias sobre inteligência social e emocional, que lhe estão tão em falta.

eucinéfilo disse...

Caro "o shihan", eu sei que existe uma modalidade olímpica de natação em mar aberto. Não foi sarcasmo. Disse que era nova, porque, é efectivamente nova. Também sei que é diferente, apenas não tão diferente (o sarcasmo foi aí mesmo).

Mais uma vez repito que os meus comentários não têm o propósito de agradar quem quer que seja e, muito menos, de ser reconhecido seja por quem for.
Agradeço as suas sugestões de leitura. Realmente ainda não li muito sobre o assunto, apenas o suficiente para perceber que todo o debate e reflexão actual (especialmente do final dos anos 90, quando era uma criança e eu já lia livros sobre o assunto) sobre a "inteligência emocional" não acrescenta nada, ou quase nada, a algumas reflexões de Platão há largos séculos...

Agradeço a sua preocupação com o meu sucesso e reconhecimento pessoal, mas ainda que respeite profundamente essa sua vontade de me tornar politicamente correcto, não me passa pela ideia vir algum dia a fazê-lo...