quinta-feira, setembro 25, 2008

Faz hoje 10 dias da sua morte e ainda não colocamos aqui nada. De todo o lado nos surgem reptos "Então porque ainda não o fizeram?", "Porquê?"... Talvez não encontremos uma explicação lógica, mas não fora por falta de consideração.

Para as almas mais distraídas falo de Richard Wright, mais conhecido por Rick Wright, teclista dos Pink Floyd. Com a sua morte, desintegra-se uma das bandas mais marcantes, mais influentes de sempre da história do rock. O que nos remete para a fragilidade da existência humana, como apesar de todos os avanços tecnológicos, sociais e culturais, continuamos reduzidos às limitações desta miserável matéria orgânica que nos envolve e nos arrasta para o abismo, sem nada podermos fazer. Talvez por isso nos tenha faltado a coragem até hoje para colocar este post. 

Poderia colocar um excerto de Shine on You Crazy Diamond, uma das belas e humanas odes musicais nas quais ele teve um peso preponderante. Mas opto por colocar aqui uma música que talvez traduza um sentimento mais apropriado, por tudo o que já disse. Esta música que fora feita quando já ninguém esperava nada deles. Colocamos aqui. Em sua homenagem.



"(...)
There was a ragged band that followed in our footsteps
Running before time took our dreams away
Leaving the myriad small creatures trying to tie us to the ground
To a life consumed by slow decay

The grass was greener
The light was brighter
With friends surrounded
The night of wonder

(...)

With friends surrounded
The dawn mist glowing
The water flowing
The endless river

Forever and ever"

Adeus Rick

3 comentários:

Gustavo disse...

Rick Wright forever and ever :´(

Shihan disse...

A inevitabilidade da finitude humana bate à porta de todos, seja ao maior dos génios ou ao mais ignóbil verme.
Rick entrava na galeria dos primeiros, longe que estava das celebridades populares Roger Waters ou David Gilmour, afastado muitas vezes da concepções criativas era só por si um grande músico, lembrado agora como um mito e como todos, sempre depois do último dia da sua vida.

Merecida homenagem.

Falhada disse...

see ya on the other side of the moon.