quinta-feira, setembro 25, 2008

A Ideia e o Modelo

Faz 10 anos no próximo dia 27 que nasceu a ideia mais brilhante e revolucionária da internet. Em 1996 Larry E. Page e Sergey Brin criaram um motor de busca que tinha como objectivo ser mais eficiente do que todos os outros há época. Conseguindo-o tentaram de imediato vende-lo. Sem sucesso, criaram a própria empresa com um capital de risco de 100 mil dólares de um paladino senhor chamado Andy Bechtolsheim, a que lhe deram o nome de google, instalando-a na garagem da cunhada de Brin.

Hoje em dia a google é uma das empresas mais inovadoras e dinâmicas. Um gigante informático omnipresente na internet, responsável por 2/3 de todas as buscas na internet, com 600 milhões de utilizadores, um valor em bolsa que ultrapassa os cem mil milhões de euros (comparar com os 100mil dólares de crédito iniciais), valor que se aproxima de outras marcas poderosas e que já levam décadas de avanço como a Apple ou a IBM.

Larry e Sergey são um exemplo de génio e persistência. Demonstraram mais uma vez como uma ideia pode transformar o mundo, neste caso o mundo da internet e como esta pode evoluir depois, alastrando para todos os domínios dos serviços e aplicações tecnológicas. (gmail, google maps, browser Chrome, o telemóvel HTC Dream, construído numa própria plantaforma google, o Android.)

Por certo, ideias geniais que mudaram os mercados e o mundo não faltam por aí. No entanto, até no modelo esta marca e os seus autores criaram um paradigma. Com 20 000 trabalhadores, sujeitos a umas condições de trabalho surreais, como alimentação gratuita, massagens, ginásio, e obrigatoriedade a cada um de dedicar 20% do seu tempo na empresa para tratar de assuntos pessoais, esta empresa remete-nos para um mundo de encantar e um espaço de maravilhas. (Com comida de borla, tempinho para tratar de si e massagens, triste era ter de chegar a casa...)

A tudo isto não é alheio o facto deste "monstro" facturar 40% de toda a publicidade online mundial, com tendência para aumentar, com a crescente aglutinação de cada vez mais empresas ao mundo google.

A pergunta que fica é: Até quando este poder crescente megalómano, principalmente sobre conteúdos online será tolerável?

Secalhar até ao dia em surja uma outra nova ideia assente nos pressupostos de um modelo similar.

Fui googlar.

2 comentários:

Nimpo disse...

Uma ideia simples e brilhante. Também a senhora Hohlakov tentou salvar Dmitri [os Irmãos Karamazov] vendendo a sua ideia das minas de ouro, e que fez ele?

Shihan disse...

Afundou-se no seu próprio opróbrio, levado pela sua modorra, desgraçado que estava pelo seu amor por Grúchenka.